Minha mãe, a guerra


Ela segue ao longo do acostamento
Flanqueia avenidas
Os desfiles passam
Luvas brancas acompanhadas por

Minha mãe, a guerra

Ela alçará uma seta
Erguerá uma bandeira
Agitará uma rosa

Minha mãe, a guerra

Ela conhece cada vizinho
Irá prosear em suas portas
Compara
Economiza e classifica aparelhos elétricos
Venha dividar um chá
E uma poltrona
Em frente ao meu berço, com

Minha mãe, a guerra

vigílias desamparadas
três anos cada temporada
Mãos de Deus o envolvem
orou a mãe da guerra
Assombra uma porta
Implora ao carteiro
Existem palavras
Para a mãe, a guerra

5 estrelas negras

Num amargo desafio
Ela cospe sobre os corpos
Enxagua uma ninha
Pequena aliança para um combate

Minha mãe, a guerra

Muito familiarizada
Com sofrimento
Com mágoas

Minha mãe, a guerra

Renda dobrada
carne podre e
Vestes encharcadas de sangue
Renda dobrada
carne podre
e um sudário
encharcado de sangue

minha mãe, a guerra