Negro louco da porra


De repente vejo uns malucos que eu não gosto
Peguei ele
Um nego viciado me roubou cegamente
Eu descolei uma arma,agora esse viciado é meu

Eu até senti pena deste bastado, ele não tinha nada
Eu não sabia que ele fumava, não tinha visto ele de perto
Ele me catou de surpresa
Agora esse maluco arrumou pra cabeça

Vou pegar ele nas ruas, vou fazer ele ficar de joelhos
Me pasa o pente, acho que to vendo ele vindo ali
Quero que se foda, liga a banca e vamos atropelar esse maluco

Vou ser o primeiro a acerta-lo quando acharmos ele
E subindo a rua a mil, a porra da policia
O primeiro saiu do carro e gritou "Parados"

Eu dei um golpe no joelho dele e dei um tiro, otário
Ele deveria cuidar da vida dele, estamos na correria
Agora ele está implorando como uma puta,porque não soube ficar na sua

Agora de volta ao viciado que me roubou
Como a Latifah disse, filho da mãe, quero um corpo hoje
Um no peito, e outro na porra da cabeça dele
Agora o porra pode descansar, e fala pra ele me deixar em paz

Dois corpos sangrando nas ruas
Um policial enxerido e um negro que me roubou
Vai pedir reforço agora seu otário, como tá se sentindo?

Meus dedos no gatilho para você

Negro louco da porra

Negro louco da porra

Comportamento Criminal

De repente vejo uns malucos que eu não gosto
[Stretch]
Mais para vir...