Brilhou
A luz do meu cantar
E foi um raio de luar
Que me embalou a poesia

No céu eu vi Diana emoldurar
Eu vi Jaci iluminar
Um universo de alegria

Quando a minha jóia rara
Clareou
Era um brilho de esperança
De mudança, de amor

Lua desse céu azul de anil
Quando jorra tão sutil
O clarão sobre a cidade
Ilumina a sina dos poetas
E o terreiro de ioiô

És a luz dos namorados
Do seresteiro apaixonado
Guardiã das madrugadas
Do sertanejo cantador
E apesar do astronauta no teu chão
Ainda és minha doce inspiração

Já foi embora meu luar de prata
Porque é hora de alvorecer
A Barra Funda casa em serenata
E a lua de mel é com você