Quando a gente ama de verdade
A gente perde a lucidez
Você me pegou tão desarmado
E me feriu mais uma vez

Outra vez eu fui um bom menino
Dominado pelo seu fascínio
Fui no seu embalo e acabei
Em total embriaguês

Mais uma vez
Eu não dei ouvidos a razão
Mergulhei de corpo e coração
E você mentiu mais uma vez

Mais uma vez
Fui seu objeto de prazer
E fiquei chorando sem você
Pago pela minha insensatês

Quando a gente ama de verdade
Fica frágil sem querer
Basta um olhar e um sorriso
Fica bobo e não vê

E o coração corre perigo
No encanto de um amor bandido
Quando eu deveria ser mais eu
Eu sou sempre mais você

Mais uma vez
Eu não dei ouvidos a razão
Mergulhei de corpo e coração
E você mentiu mais uma vez

Mais uma vez
Fui seu objeto de prazer
E fiquei chorando sem você
Pago pela minha insensatês

Vídeo incorreto?