Foi mesmo um toró de pranto
Que por voce derramei
Formou-se um rio de lagrimas
Onde quase me afoguei

E voce sem piedade
Sorria do meu fracasso
Zombava da minha derrota
Com outro amor em seus braços

Um toró de pranto
Chorei por voce
Molhei fronha e travesseiro
E voce nem quis saber

Agora eu estou cantando
Pra esquecer que chorei
Mas tenho muita certeza
Que um dia te esquecerei

Em algum lugar no mundo
Deve haver alguém pra mim
Só assim serei feliz
E minhas lagimas terão fim

Um toró de pranto
Chorei por voce
Molhei fronha e travesseiro
E voce nem quis saber

Vídeo incorreto?