Agytus do Forró - Pode me chamar de Pobre
Pode dizer que sou pobre...
Mas tô curtindo minha vida...
Não tenho muito dinheiro...
E nem é preciso ter...
Portanto não me preocupo...
Nisso pode acreditar...
Não devo pra diminuir...
Mas tenho pra poder somar...

Tô na roda com os amigos...
E não corro perigo, de alguém vir me cobrar...
Se vejo um rabo de saia...
Isso não me atrapaia...
Tenho grana pra bancar...
Nunca pousei de bacana,
Pois aparência engana...
Disso não sei brincar...
Por isso firme é meu passo...
Certo sempre do que faço
Só piso onde alcançar...
Refrão...
Se duvidar do que falo...
Venha no cantar do galo...
Pra poder me encontrar...
Saio cedo pro trabalho...
Não vivo de quebra galho...
Pois aprendi a lutar...
Se hoje aqui cheguei...
Não pense que encontrei...
Mordomia pra me ajudar...
Vivo de mãos calejadas...
Amigo das madrugadas...
Jeito de me sutentar...
Mas assim eu sou feliz...
Tenho o que sempre quis...
Sem precisar me humilhar..