João é um garoto como qualquer outro
Apenas não tem casa, não tem o que comer
Seu Pai não tem emprego, sua irmã vai se vender
Sua mãe tentou aborto, João lutou para viver

João é excluido, João é maltratado
João não tem amigo, João é desprezado
Tratado como lixo, vivendo como tal
Governo filho da puta, bando de paga pau

Muleque sem escolhas, sem quem lhe faça o bem
Uma vida tão frustrante, cansado de correr
Um passo em falso, uma ida sem volta
Assaltante viciado, marcado para morrer

Enquanto o ciclo se repete, eles desviam nossa grana
Andam de carro importado e usam terno bacana

Quem é humano sempre erra
Inevitavel não acontecer
Mais os nossos maiores erros
Estão de posse do poder

A primeira vista todos são iguais
A primeira vista todos são normais
A primeira vista nós temos opção
A primeira vista não temos salvação

Quem é humano sempre erra
Inevitavel não acontecer
Mais os nossos maiores erros
Estão de posse do poder
Nessa rotina...

Vídeo incorreto?