Visão desconhecida


Luz distante...

Um sussurro gentilmente me penetra
Como uma flecha
Disparada repentinamente
Através do vento

Aprisionada na escuridão desta noite enevoada
Com sua pequena presença,
Pétalas etéreas se mostram

Aquela porta no céu, uma vez trancada
Começa lentamente a se abrir
Meu coração sente o trovão
E faz com que ele ressoe
Enquanto segue em direção ao outro lado

Pequena luz...

Tente
Faça
Todas as coisas que você quer fazer
Todas as coisas que são verdadeiras

Meus sentimentos estão sempre agitados
Por onde as nuvens fumegantes passam
Quando do outro lado daquela perdida colina?
Meu coração quer saber
O destino delas

Pequena luz...

Meu coração sente o trovão
E faz com que ele ressoe
Enquanto segue em direção ao outro lado
Da porta deste céu

Luz distante...