Empatia


Há tantas partes que eu escondi, neguei e perdi
Há tantas maneiras com que eu ataquei e acabei ferindo a mim mesma

Há tantas cores que eu ainda tento esconder enquanto pinto
E há tantos tons que eu secretamente canto enquanto espero

Você aparece e convida essas partes pra fora do esconderijo
Esse convite é um pelo qual eu parei de lutar

Obrigado por me ver
Eu me sinto tão menos sozinha
Obrigado por me entender
Eu estou curada pela sua empatia
Ah, essa intimidade

Houve tantas vezes: pensei que morreria sem ser verdadeiramente conhecida
Houve tantos momentos: pra sempre solitária na minha vocação

Você aparece e celebra cada sentimento
E lá está você, todo honra e questionamento...

Obrigado por me ver
Eu me sinto tão menos sozinha
Obrigado por me entender
Eu estou curada pela sua empatia
Ah, essa intimidade

Houve um dia em que a confiança que me era solicitada
Requeria muito, você vê
Para aceitar sua generosidade
E me conhecer o bastante pra deixar você me ajudar

Obrigado por me ver
Eu me sinto tão menos sozinha
Obrigado por me entender
Eu estou curada pela sua empatia
Ah, essa intimidade