Este rancor


Quatorze anos
Trinta minutos
Quinze segundos que eu
Guardo rancor

Onze canções
Quatro diários cheios
Pensamentos de vingança
Que eu considerei

Sem contato
Sem uma carta
Tal comunicação
Telepática
Você foi caluniado
Usado como forragem
Você merece um espaço
Em cada álbum

Mas quem isto está ferindo agora?
Quem é que está preso?
Quem isto está torturando agora?
Com um nó antigo no estômago?

Eu quero ser grande e me livrar
Deste rancor que vem ficando velho
Todo esse tempo que eu não soube
Como deixar este passado para trás
Eu quero ser leve e resolvida
Recomeçar sem ressentimentos e me libertar
Eu quero perdoar por nós dois

Como uma casa abandonada
Coberta de poeira
Mobília
Ainda intacta
Se eu visitá-la agora
Simplesmente reviverei tudo?
Gratuitamente?

Mas quem ainda sofre?
Quem está cansada da própria voz?
A quem isto se tornou um fardo?
Sem uma dádiva do tempo para curar a dor

Eu quero ser grande e me livrar
Deste rancor que vem ficando velho
Todo esse tempo que eu não soube
Como deixar este passado para trás
Eu quero ser leve e resolvida
Recomeçar sem ressentimentos e me libertar
Eu quero perdoar por nós dois

Talvez assim que eu cortar a corda
Cairá a máscara que me cobre os olhos
Talvez assim que superar isso
Tirarei este peso dos ombros

Aqui eu me sento
Bastante determinada
Sempre mal equipada
Para abrir esta cortina
Como isto me distraiu
Se legitimou
E me serviu bem
Sempre a vítima

Mas agora quem está farto de lamentar?
Que está pronto para baixar
Esse peso que carrego há tanto tempo que já nem me lembro?

Eu quero ser grande e me livrar
Deste rancor que vem ficando velho
Todo esse tempo que eu não soube
Como deixar este passado para trás
Eu quero ser leve e resolvida
Recomeçar sem ressentimentos e me libertar
Eu quero perdoar por nós dois