Eu tranformei
Meu coração
Num tenplo
Pra guardar você
De tanto amor
Eu fiquei cego
Enão quis ver
Que nesse mundo
Ninguém é de ninguém
E mesmo assim
Eu fui em frente
Fui vivendo por viver
Não aprendi
Que é presiso aprender
Que um grande amor
Também se acaba
Chega ao fim

Meu coração
Que foi um forte
Você deixoe em ruina
Você foi chuva
Tempestade, sol e neblina
Deixando em mim
A imagen da desolação

"Tadim" de mim
Entre os escombros
Da saidades que ficou
E na certeza
Da inocencia
Não ficou nada
Porque nada restou
(bis)

Vídeo incorreto?