Num tema
De ilusão e fantasia
Dividindo a alegria
O Jurunas vem cantar (e vem cantar)
Um samba de amor
Que possa me fazer trovador
Que mostre o enredo e a cor
De quem me faz lembrar
Da velha guarda de outrora
Lindas baianas de agora
De João Bosco, de Manito e de Dora
Guardando tuas meninas
Que sonham em ser colombinas
Nessa magia de não me amofinar
Tu és beleza enfim tu és a vida
Eterno esplendor dessa avenida
Trago esse canto de inspiração
Que mergulhado em minha emoção
O rancho tenta pintar o refrão
De aquarela
Tua bandeira me faz delirar
Quando me lembro que às vezes sou teu par
E este querer vale a pena cantar
Na passarela
Fica a lembrança no meu coração
Nos carnavais minha grande paixão
És a escola maior
minha querida

Vídeo incorreto?