Dê-me seu amor


Você é minha cegueira, meu sarampo.
És minha existência inteira, minha eterna paixão.
É minha liberdade e minha prisão, é minha única ambição.
És minha quimera, minha confusão.
Cresce como trepadeira em meu coração.
És minha força, minha respiração.
És minha grande obsessão. Meu norte, meu guia, minha perdição.
Meu acerto, minha sorte, meu erro.
És minha morte e minha ressurreição.
És meu alento e minha agonia da noite
e de dia.
Te peço por favor que me dê sua companhia
de noite e de dia me dê seu amor. Dê-me teu amor.
Dê-me teu amor.
Dê-me teu amor.
Te peço por favor, me dê sua alegria e seu bom humor,
Me dê sua melancolia, seus sentimentos e sua dor.
Me dê seu cheiro e seu sabor.
Dê-me seu mundo inteiro.Dê-me teu sorriso e teu calor,
Dê-me a morte ou vida,
teu frio e seu ardor.
Dê-me sua calma, dê-me sua raiva.
Dê-me seu rancor oculto. Dê-me, dê-me sua ousadia e seu comportamento,
Dê-me sua sabedoria, dê-me seu erro.
Todo o mal e tudo o que há de melhor.
Dê-me sua eterna companhia de dia e de noite.
Te peço por favor que me dê sua companhia,
de noite e de dia dê-me seu amor. Dê-me seu amor.
Dê-me seu amor.
Dê-me seu amor.
Te peço por favor que me dê, que me dê sua companhia,
de noite e de dia me dê seu amor.
Dê-me seu amor.
Dê-me seu amor.
Dê-me seu amor.
Te peço por favor.