Tire a saia, tomara que caia
Saia de noite
Saia de si
Brinco com seu brinco na orelha
Vinho branco "em teu crespo jardim"
Minha língua dança em festa
Seu umbigo em minha testa

Sei os caminhos onde vai dar
Cara a cara, dedo a dedo
Inicio teu percurso
Bem devagar
Você, na palma da mão
Febre, insolação,
Teu gozo: furioso vulcão

Tem fogo? vamos incendiar?
Botar roma abaixo, pau em riste
Essa noite não quero ver ninguém triste

Perca a cabeça,
Seja tronco, seja membros
Deitada, suada lábio a lábio
Úmida e molhada, toda despenteada
Na cama de quem ama
Vale tudo
Lama, puta
Kama sutra
Meia nove

Tem fogo? vamos incendiar?
Tem fogo? vamos incendiar?
Botar roma abaixo, pau em riste
Essa noite não quero ver ninguém triste

Tem fogo? vamos incendiar?
Tem fogo? vamos incendiar?

Vídeo incorreto?