Meu pobre coração,
É templo e morada do Divino Espírito.
Por isso tantas vezes não dá pra suportar,
Me emociono e grito.
A minha estrutura não é suficiente,
Pra tanta alegria.
Eu sou um vaso frágil,
É forte a emoção, aguenta coração.

O meu coração, é casa de banquete,
Recanto de prazer, Oasis no deserto.
Lugar onde o Espírito faz festa todo dia,
E a minha alma canta.
O meu coração,
É trono onde já tem um Rei pra reinar.
É vinho do melhor servido em Caná.
É toca do Leão da Tribo de Judá.

Meu pobre coração,
É holocausto vivo, é o altar Divino.
É monte Moriá,
Lugar da provisão, sorriso do menino.
É casa adornada,
Bonita e preparada, só pra Jesus entrar.
Porque meu coração,
É toca do Leão da Tribo de Judá.

Vídeo incorreto?