Que maravilha são os versos !
Às crianças devem educar
Da poesia fazer-se servos
A vida a viver e a melhorar.

Mas, do verso que traz o amor
Traz também o gume afiado
Que talha (a alma) a flor
Ao Fim cru, dolorido e cansado.

Nos versos não há valor.
Os versos trazem a natureza
Das cantigas de beleza e de dor
Do ser que aguça, outro reza.

Uma essência do verso é cantar,
E viver alto para o espirito
Como a harmonia crua do mar
Ou na catarse humana do rito.

Voltemos, Ó seres da sorte, ao verso !
Traga cor e movimento ao lar
Enfeite a cidade em seu inverso
Talhando co' mercantil, jogo de azar.

Que maravilha são os versos !

Vídeo incorreto?