Há em mim bastante de você
Me esforço pra entender
Por que que sem você não sou ninguem
Somos dois que sempre somos um
Recordo um a um
Os dias que pasei vivendo sem me encontrar
Num amor igual ao seu
Simplesmente eu não sei
Levar a vida a vida sem amar você
O Autor do amor só pode ser
De corpo, alma e ser
Que torça e ame nós dois

Eu vivo, eu amo
Chamar você de meu amor
Esse sol brilhante
Que nunca vai se pôr
Parece que passa da dimensão, da perfeição
A vida entende meu coração

Dentro de mim meu coração é seu
E a conta já perdeu
Das horas que passou sem te enfeitar assim
Mas percebeu
Você é como a flor
Beleza, aroma e cor
Nasceram quando então você nasceu...

Vídeo incorreto?