Ainda lembro aquela noite de luar
Que a gente estava dentro de quatro paredes
Eu e você, uma cama e um travesseiro
E o meu chapéu num velho armador de rede
A sua bolsa em cima de um tamborete
As nossas roupas espalhadas pelo chão
As minhas mão ocupadas nos teus seios
E os arreios por cimade um violão

Que é que eu faço pra viver sem você
Se o teu cheiro tá grudado em mim
Se o teu jeito ainda está por aqui
Você foi mas ficou mesmo assim

Que é que eu faço pra viver sem você
Se o teu cheiro tá grudado em mim
Se o teu jeito ainda está por aqui
Pendurado na minh'alma

Vídeo incorreto?