Em nome de satanás


Eu mergulho meu dedo indicador no sangue molhado
Em seu poder, um redentor derrotado;
e escrevo na ponta da coroa de espinhos:
"O verdadeiro príncipe do mal, o Rei dos Escravos."
Olho para o abismo e vejo os olhos de vidro
do seu terrível Jeová e sua barba à sucumbir
Eu renasci o machado das cinzas e abri seu crânio devorado por vermes.

Em nome de Satanás
Os horrores da guerra para os bastardos!
Em nome de Satanás
Blasfemando Pai, Filho e Espírito Santo!
Em nome de Satanás
Aniquilação para "os mensageiros da paz"!
Em nome de Satanás
O trono será lavado com sangue!
Em nome da Satanás
Saúde àos fortes e morte àos fracos!
Em nome de Satanás!!!

Amaldiçoadas sejam as ovelhas de deus
"Porque elas serão sangradas na mais clara neve"