Não, sem a dor não há vencedor
Tudo custa algum favor pelo qual tens que lutar
E apesar de tropeçar
De que importará ganhar?
Se for tão fácil alcançar
Nossa meta no final, que mais haverá?

Sim, eu sei, às vezes somos machucados
Para podermos crescer
E avançar um pouco mais de cada vez
Porque, que outra forma de sabermos
Como enfrentar o que virá?
E ainda que tanta dor, nesses momentos
Possa ser tão cruel
Nosso Deus não nos deixará
Permanecer assim
Mais tempo do que nós possamos suportar

Não queremos a dificuldade
Mas ela às vezes servirá
Para despertar o dom que em nós está

E sairmos da comodidade
Que nos impede de avançar
E com firmeza nossa meta alcançar

Vídeo incorreto?