Quero mandar um recado que pra ser ouvido não faço esforço
Eu sou a trilha sonora que tá na voz desse povo
E vou na veia de todo sambista não saio do imaginário
Mudaram o meu cenário
Mas tô aí bem de novo
Não esqueço do meu passado
Já comovi tanta gente
Andei e de passo a passo
Também inspiro o presente
Preparo então meu futuro
Mas sem juízo final
Eu não deixo furo, não durmo no ponto e mando um sinal
Nos traços da poesia
O mal então se desfaz
O povo numa euforia com a bandeira da paz
Sou o samba e vou me armando com surdo e pandeiro
No quintal, na rua, no chão brasileiro
No grande terreiro eu sou popular
Sou o samba ninguém vai tolher a minha alegria
Que encanta de noite ou na boca do dia
Eu quero respeito em primeiro lugar

Vídeo incorreto?