Era um menino que chegou na minha vida devagar
Pensei que não queria nada comigo
Fiquei parada no meu canto
Sem saber o que pensar
Me perguntando se corria perigo
E esse menino me cercando de cuidado e atenção
Um cavalheiro perdido solto na multidão
E foi chegando, cativando, me envolvendo
Até que entrou na minha vida
Com a força de um tufão
Era um menino tão bobinho, meio ingênuo
Que cravou seus olhos negros em mim
E nunca mais os tirou
Só percebi aonde estava me metendo
Quando o gosto do seu beijo
Logo me arrebatou
Esse menino parecia tão distante
E de repente estava aqui do meu lado
E eu não pude fugir
Tentei resistir, mas foi em vão:
Ele sorriu e me levou
Pro paraíso...

(de onde você vem, pra onde você vai,
O que é que você tem?
Não me deixe mais...)

Vídeo incorreto?