Coisa doida esta saudade
Que chegou para ficar
É pior que corvo preto
Que me estraçalha pra devorar

Bicho ruim que não tem alma
Que não sabe o que é viver
Enraíza seu veneno
E martiriza o meu sofrer

Faz de mim gato e sapato
Desafia o meu amor
Pisoteia o meu peito
Desconhecendo a minha dor

Deus me livre de alguém
Passar o que estou passando
A saudade feito corvo
Vai pouco a pouco me devorando