a gente briga por tanta besteira
Briga por ciúmes,
Por coisa banal
Grita ao seus berros, eu vou-me embora
Faço minha mala, caio na real
Mas depois passa o calor da briga
a gente troca fatos, a gente se ama
A nossa briga começa na sala
Mas logo termina quando a gente tá na cama

Então vai beijo pra lá
E volta beijo pra cá
Briga de marido e mulher
É que nem café tem que mexer pra adoçar

***************************

Luiza