Passa um gesto de dor
E passas tu por ele sem parar
Abrem-te a cabeça ao meio
Deitam frases feitas para te alertar

Mas vives num cubo de gelo
Imóvel sem querer mudar

Grita, sente
Vive nesta paz tão lentamente
Sente, Grita
Vive nesta força que se agita

E só darás por ti
Se algum dia o gelo se quebrar
Adoro imaginar
Engoles o mundo amargo
Tropeças e acordas
finges que até gostas

Vídeo incorreto?