Oriundos, carnificina de uma batalha
Obscuros, já quase mortos no inferno
Pactuados, introduzidos ao suicídio
Por um deus falso, enganador é o diabo

Pelas suas veredas de tristezas e de dor
Doam-se a Moloque num eterno dissabor

Devaneios, loucura, medo
Roubados de seu desejo
Levados ao suicídio

Seres vivos, humanos cegos
Vendados, manipulados
Escravos do mal amargos

Sofrer eterno sem Deus será


4. Usuario

[1Jo 5:19 / Jo 10:10]

Rua miséria o caos
crianças entoam maldita situação
Fome de vida e de pão, desgraça
Tudo se foi se esvaiu
A cola que cola os neurônios
Decepa, o futuro da vida inteira
A queima do crack, o consumo de pó
Suicídio do homem a escória revolta

Esmalte que droga, viagem maldita
Se deu a total perdição
O pequeno sem pai e sem mãe sem irmão
Mas a droga não lhe faltará
Hoje em dia criança usuária
Amanhã marginal rejeitado
Amor, família, escola pra que?
Uma vida de droga será

Crianças de rua
Presas fáceis
de uma das mais terríveis ameaças de nossos dias
As drogas a cada dia conquistando mais usuários
Para um destino fatal!

Onde que tudo vai parar?
O que é que vai acontecer?

Dizem por ai que pro mundo melhorar
É preciso liberar o uso dessas drogas
Se isso acontecer muita gente vai morrer
Crianças inocentes vão se contaminar
Droga, maconha, não queira esse mal
Rejeite esse vício de uso fatal
se ligue a Deus
Ele quer sua vida
Ele te criou e quer te salvar!

Vídeo incorreto?