Sonho


Imerso em luz, quebrado em vôo,
Aí vem essa cena novamente,
Nem mais uma noite de insónia.
Guião ainda preso em cada linha,
Sobre o meu rosto um olhar de pura surpresa,
Pensei estar combatendo o fogo.

Como isso mudou a partir do meu sonho,
Não me afastasse do caminho traçado para mim?
Como isso mudou,
Foi que eu errei em alguma forma?

Fácil traçar um percurso divino,
A cobertura não pode ser simples, linha gráfica sempre,
E eu não vejo o que eu não sei.
Algumas verdades são difíceis de perceber,
A cor tem sido drenada agora dos meus olhos,
Olhando para o tempo sem fim...