No muro lá da rua, a gente já não pode mais pintar
No meu varal, há muito tempo, não tem roupa pra secar
O pessoal tá ocupado, o trago é sempre pra amanhã
No meio lá da rua, não se brinca mais de rolimã

A coisa tá ficando preta
O céu já vai perdendo o azul
Vai lá, destampa essa panela
E passa a tranca na janela
Hoje eu não quero me arriscar

Eu tô zerado há mais de mês, não tenho sequer um tostão
No meu quintal parou de dar maracujá, uva e limão
No bar da esquina não nos deixam a cachaça pendurar
Mas com um beijo de Maria tudo vai se ajeitar

Vídeo incorreto?