Em seu olhar,
Maldade jamais foi vista
Só soube dizer palavras de
Amor e vida
As multidões o seguiam tão
Livremente
E a quem o ajudou mudou
Completamente

Veio curar
Veio salvar
Veio pleno
Pra se esvaziar, se humilhar
Mesmo que alguém não consiga entender
Não é preciso deixar de aceitar

Braços que me acolhem
Palavras que consolam
Sorriso que me acalma
Verdade que liberta
Olhos que me aceitam
Amor que me envolve
Poder que me transforma
E o sangue que me traz salvação

Vídeo incorreto?