1. Vimos já, vimos já à casa do Senhor,
Donde flui, donde flui um rio interior;
Tal fluir a suprir nunca cessará,
Nos fará crescer e frutos vivos dar.

2. Flui aqui, flui aqui e aonde quer que vá,
Vida, sim, aos confins, a todos levará;
Um clamor, ó Senhor, temos, pois, a Ti:
Mais e mais nos vem medir e possuir!

Mede mil, mede mil, nos mede sem cessar,
Mede mil, mede mil, te não poder cruzar,
E o fluir a se expandir cheio de vigor
Inundando a terra toda, ó Senhor.

3. Neste rio, neste rio, conduze-nos, Senhor,
Leva-nos, leva-nos aonde quer que for;
Cresce mais, e nos faz mergulhar em Ti
E estar imersos por todo o porvir.

4. Aonde quer que ele vá - por onde o rio passar,
Viverá, viverá, sim, tudo viverá;
Esse rio, mui sadio, traz propagação
E, em toda a terra, igrejas brotarão.

Vídeo incorreto?