1 Pelo deserto, errantes se vão;
Ermos caminhos, na solidão,
Fome e sede a padecer,
Neles a alma a desfalecer.
Clamaram ao Senhor
E Ele os livrou.

2 Em densas trevas, escuridão,
Presos em ferros e de aflição,
Por terem desprezado a Deus
Foram ao chão, ninguém os ergueu.
Clamaram ao Senhor
E Ele os livrou.

3 Os tolos, sim, feridos serão
Por seu caminho de transgressão.
Rejeitarão se alimentar,
Perto da morte assim vão chegar.
Clamaram ao Senhor
E Ele os livrou.

4 Ele falou e fez levantar
A tempestade em alto mar.
Com tanta angústia, a derivar,
Sem tino estão a cambalear.
Clamaram ao Senhor
E Ele os livrou.

5 Toda tormenta Deus fez cessar;
Se acalmaram as ondas do mar.
Ao desejado porto os levou;
Com a Palavra, Deus os sarou.
Louvaram ao Senhor,
Louvaram ao Senhor.