Nasce o sol, põe-se o sol,
Sempre a mesma cena ao meu redor.
Nasce a lua, põe-se a lua,
Sempre a mesma cena ao meu redor.

Nada há de novo embaixo do sol,
Nada há de novo embaixo do sol.

Todas coisas são canseiras
Tais que não se pode exprimir,
Os olhos não se fartam de ver,
Nem os ouvidos de ouvir.

Mas existem boas coisas de se ver,
Mas existem boas coisas de se ouvir.

Desde que eu apliquei o meu coração
Pra saber o que se passa embaixo do sol,
Descobri que todas as coisas são canseiras
Tais que não se pode exprimir.

Mas eu tenho o meu Jesus pra ver,
Mas eu tenho o meu Jesus pra ouvir.

Vídeo incorreto?