Olha a lua
Como vem formosa
Por detrás da mata
Olha a lua
Que me traz saudade
De você, mulata.

Hoje, vivo tão sozinho
Sem carinho
Órfão da felicidade
Eis a verdade

Inda guardo o seu perfume
O seu ciúme
Inda guardo uma cartinha
Amarelinha

Vou andando pela estrada
Enluarada
Como um pobre cão sem dono
No abandono.

80248


Ficha técnica da faixa
Bando da Lua

[ Samba - Intérprete Bando da Lua - Victor 34.115A - carnaval de 1936 ]

Vídeo incorreto?