Com a mesma chantagem de todos,
Com carinhos e falsos agrados
esperou eu cair em seus braços,
Pra dizer que era um homem casado
quis morrer mas busquei novas forças
Pra viver porque agora eu não posso
desistir desta vida e da vida
Do filhinho do amor que foi nosso.

Não precisa fingir desespero,
Porque hoje essa dor é só minha
seu amparo de esmola eu não quero,
Essa cruz eu carrego sozinha.

E depois da tragédia formada
Nesse drama, cenário sem vida
sem querer conheci sua esposa
E até nos tornamos amigas
Não desejo a desgraça pra ela
Que também já pagou seu pecado
por amar um bandido que assiste
Nosso drama de braços cruzados

Vídeo incorreto?