Quando apagares as luzes do apartamento
E sentires sozinho sem o meu calor
Sentiras o quanto é triste ser abandonado
Talvez, então neste hora tu me de valor.

Muitas noites me deixaste dormindo sozinha
Buscando novo carinho e novo prazer
Porém agora sou eu quem te deixará
Pouco me importa se tu vais penar
A tua tristeza será meu prazer.

Eu fui sempre a tua escrava,
Tua empregada, sei lá mais o que?
Fui sempre uma idiota
Que fechou a boca pra não te ofender.
Agora estou de partida
E vou viver a vida e não quero patrão
O mundo vai te dar o troco
E vai te deixar louco na solidão.

Vídeo incorreto?