O sol desperta contente
Na canção do sabiá
Friozinho da madrugada
Uma preguiça danada
De levantar
Mas a boiada mugindo
As galinhas no terreiro
Põe logo a gente de pé
E o cheiro bom do café
Espanta o sono ligeiro

Olha bem que da vontade de mudar lá pro sertão
Mas deixar a cidade grande, sei não, sei não (2x)

Ar puro cheiro de mato
Céu azul imensidão
Noites ao som da viola
Que aconchega e consola
O coração
O trem do tempo passando
Sereno e bem devagar
Juntinho da natureza
É vida sim com certeza
Que eu devia levar

Olha bem que da vontade de mudar lá pro sertão
Mas deixar a cidade grande, sei não, sei não (2x)

Vídeo incorreto?