Na manhã triste cinzenta do meu triste céu azul
Vejo a imagem de você que reflete a tinta
A mesma ternura, anjo angelical
Parece riso de criança em noite de natal.

Mais o tempo passa em raio de fumaça
E logo se desfaz deixando cicatriz
E a saudade tão profunda
No desejo louco de ternura, amor e paz.

No refugio desta angustia triste e desesperada
Vou a procura de tudo, não encontra nada
Na fonte do pensamento me transformam ao além
Vou em busca de você meu bem...

Vídeo incorreto?