Canta

Canta
E faça como os passarinhos
Cante nem que seja baixinho
Só prá você mesmo escutar
Canta
Faça a vontade do seu peito
E não viole esse direito
Que você tem de desabafar
Olha
Ainda há tempo prum sorriso
Mesm que seja de improviso
Sorrir é só ter coração
Lace
Essa alegria passageira
E faça dela prisioneira
Subjugada em sua mão

Solte
As sua nuvens carregadas
Sua palavras adiadas
Que entristeceram seu cantar
Saia
Da solidão que te aniquila
Pois a razão nunca vacila
E vem que a vida é seu lugar.

Vídeo incorreto?