Dói, dói, dói quando a gente quebra cara
Ninguém segura o coração que quer amar
Louco alucinado de prazer...

Levei a sério mas você só quis brincar comigo
Machucou meu coração
Fiquei de graça feito um louco, cego, sem juízo
E sofri na sua mão
Entrei com tudo sem pensar que de repente
Tudo pode ter um fim
E mergulhando de cabeça
Me entreguei pra quem nunca gostou de mim
Agora você vem dengosa, carinhosa
Fazendo charminho pra me derrubar
Desculpe meu amor agora estou em outra
Dei todo o meu amor e você jogou fora
Mergulhei nos mares dessa solidão
Desculpe, mas não vou te dar mais uma vez meu coração!

Dói, dói, dói quando a gente quebra a cara
Ninguém segura o coração que quer amar
Louco alucinado de prazer

Dói, dói, dói quando a gente quebra a cara
E sofre tanto sem remédio pra curar
A dor de amar alguém que só te fez sofrer
Te fez sofrer

Vídeo incorreto?