O seu amor, ainda mora nesse velho peito.
Um sentimento que não foi desfeito.
Ainda choro com saudade sua.
Me lembro bem,
Daquele encontro de hora marcada,
Eu ancioso com sua chegada,
A testemunha era o clarão da lua.
O seu olhar brilhava tanto que eu ate me via.
Cada palavra que eu te dizia,
Ganhava em troca um beijo carinhoso.
O que era bom,
Hoje nao passa de uma nostalgia,
Saiu do rosto a minha alegria.
Aonde anda aquele amor gostoso?
Que não vem me ver mais nem olhar pra tras pra ver que deixou.
Sem a menor razão o meu coração troxinho de amor.
Olha nao me dispesa e nem me peça pra te esquecer.
Isso é como esquecer a vida e a vida é voce.

Vídeo incorreto?