A noite chega é melhor ter aten-ção
Plano noturno, moletom, ambi-ção
Cada barulho é o dobro, gritos são em vão
O Frio é fogo pro corpo em meio a cerra-ção
A lua encena paz plena, ilumina o que não vale a pena ver
Ti oferece o que não vale ter
Vielas, elas por elas, tenta-ção
Te chamam pelo nome não responda com o coração
Estrelas como bússola, pra quem vai buscar
Se perder, vão ti usar, ti prender, pra soltar
Sem sabe, pressa fácil pra quem é mais ágil
Nessa selva de pedra é folha frágil, sem tempo pra aprender
Que venha o amanhecer, se tiver que ser
Na calada da madruga fatos vão acontecer
A noite é adulta de mais, tipo puta, paga e faz
Mais não vai aguentar, se for moleque de mais
Na fome pelo pódio tem mais de cem
Bem mais, no ódio pra tirar a paz de alguém
Ninguém tá por ninguém, faz o que se convém mais
Ser sócio do oposto trás grana e os negócios vão bem
Vendendo os dias a preço de dá medo
Tá vendo, troca o turno muda os segredos do mesmo enredo
Bem vindo a guerra no travesseiro de um homem
Onde os pensamento não dormem

Na-na-noite os moleque, Na-na-noite os moleque
Na-na-noite os moleque tão envolvido nos rap

Enquanto outros se perdem, alguns com o trampo se erguem
A noite engole quem cede, eu vou na tracks

Lixo revirado na rua, pessoas jogadas no chão
Nem toda contra-mão é segura num mundo sem direção
Cê tendo na mão da mais pura, falsos amigos virão
Sedução, mulheres com batom no tom vermelho néon
Querem me ver cair, eu tiro o fone pra ouvir
Coloco a toca pra passar por ali
Essas hora com esses papo de amigo
Não sei quem é, não tenho o endereço, não é comigo
A noite trás alusão ao medo de escuro
Uma volta no quarteirão pra me manter seguro
Qualquer carro é suspeito, nenhuma moça tem jeito
Agora rola vários papos pra comprar o seu direito
Sua sombra é ronda, se a mente é tonta faz aumentar a conta
Quem entra na onda se diz frente mais desaponta
Veneno que não se dilui em mente vazia
Puro suicídio, subsídio de uma noite fria
Vão ti deixar pra sangria, seu contato sabia
Fazia parte do contrato ti levar pra armadilha
Eu me desfaço no eco, dobro a esquina no beco
Se chegar perto é sem afeto eu carrego o segredo
Preciso chegar bem, preciso ganhar bem
Encontrar a paz em alguém que me faça sorrir
Se for necessário esticar o horário pra aumentar o trabalho
É claro, coloco estrelas pra dormir

Vídeo incorreto?