(Intro 2x)

A noite brilha e ela perde o controle
Perde o controle, perde o controle
A noite brilha e ela perde o controle
Perde o controle

(Verso 1)

Se entrega a noite como encomenda
Na oferta vestido como oferenda
Sobre a pele o tecido, veneno vencido
Em taças de vidro marcas de batom "Impala"
É de dá aguá, mais deixa magoa
Pensa em alguém de matar enquanto ela traga
Sombra no olho esconde a depressão
Rímel aumenta a sedução
Não quer se envolver, ou melhor, quer muito mais que se envolver só
No drink ela é mais problema, na dose
O esmalte trás a cor do esquema, na pose
Sem atender telefonemas, sem dono
Eu vejo como, ela faz qualquer um perder o sono
Dona dos pesadelos, controla os medos
Ela quer, o mundo inteiro ao estralar os dedos

(Refrão)

Tem o poder de acabar
"Eu quero muito mais, eu vou ti controlar"
Tem o poder de acabar
"Eu quero muito mais, eu vou ti controlar"
Ela tem o poder de acabar
"Quero muito mais, vou ti controlar"
Ela tem o poder de acabar com você, antes da noite terminar
"Quero mais!"

(Verso 2)

Cruza a perna, abusa
Sabe que a noite não é eterna e ti usa
Deixa a manga da blusa cai, sorri
Sobre o salto pronta pra subir, sorri
Prende o cabelo, enaltece o pescoço, o colar
Ti enlouquece no jeito de olhar
Ela sai é só seguir
Só mais um que ela vai conseguir
Poderosa como "Prada", tira os anéis de Prada
Põe na bolsa na entrada, seja bem-vindo a casa
Leva os sapatos na mão
Exatos os passos lentos vão ti mostrar a tentação
Luzes apagadas sem barulho na escada
No anonimato, ti mata
Você que quis amar sofreu no fundo
Era "só mais uma noite, vagabundo"

(Refrão)

(Final)

E ela vai pra pista dançar
Com nome na lista mais um conquista
Jogo de repetição, sem coração
Eu avisei... Vai ti controlar
E ela vai pra pista dançar
Com nome na lista mais um conquista
Jogo de repetição, sem coração
Eu avisei... "Vou ti controlar"

Vídeo incorreto?