O primeiro homem na terra


É 50.000 aC O mundo está quase vazio, a natureza ainda está intocada pelo homem.
Distânte, um clã de criaturas parecidas com macacos se reuni proximo a um penhasco. Mas eu sou o primeiro a
Ficar de pé. Eu devo ser ...

[Neil Morse, Mark McCrite]

Em campos de verde, vasto como os oceanos
Isto é um sonho, é cada vez mais?
Um milhão de anos, rápido como uma noção
Eu estou sozinho aqui na praia em silêncio

Estou após a presa nos campos
Abrigado em uma caverna nas noites frias e solitárias
E agora tudo parece tão real
O aquecimento na lareira sob o luar pálido

Este é o alvorecer do tempo
Eu sou o primeiro a ficar de pé
Olhando através dos olhos do homem primal
Este é o alvorecer do tempo
Testemunhando o nascimento
Eu sou o primeiro homem na Terra

O céu de azul chegar aos céus
Eles vão sobre e sobre para sempre
Nada de avenidas, sem calçadas da cidade
Planeta Marte, mas é conhecimento antigo

Este lugar tem tudo que eu preciso
Nenhum computador as telas brilhantes, nada de máquinas industriais
De alguma forma, tudo parece surreal
Memórias de tempos idos, uma cena enfraquecendo lentamente

Ninguém aqui para me culpar
Ninguém aqui para machucar
Tanto espaço aqui para ocupar minha mente
Eu posso respirar o sopro da terra virgem

O vaga-lume à noite
Os sons de nada conhecido
E eu pertenço a este lugar como eu nunca antes
A criança vagando voltar para casa

Quando o crepúsculo cai, o vermelho é o pôr do sol
Planetas aparecem no céu colorido
Sem muros da prisão, sem guerra, sem derramamento de sangue
Difícil acreditar que esse novo mundo vai morrer

Eu desejo poder ficar por um tempo
No mundo dos sonhos que o seqüenciador cria
E apesar de tudo isto parece tão real
Agora eu temo o tempo se foi, eu sinto o seu peso pesado

Segure-se neste momento
Saborear a vida como ela costumava ser
Prender o mundo em seu principio
Respirar o ar, sentir a energia