Avisei a você
É bom não brincar com isso
Mas você não me escutou
Eu tentei ser seu amigo
Eu tentei te dar conselhos
Eu tentei fazer seus erros
se transformarem em acertos
Beatriz toda vestida de preto
Chegando em casa com olhos vermelhos
Pra dizer que é má
Pra dizer que é revoltada
Indo pro seu quarto
Passando direto pela sala
Ninguém mais acredita em você
Uma garotinha mimada
querendo aparecer
É triste ser como você, Beatriz
Vaidosa, egoísta, estúpida e infeliz
Rodeada de amigos imprestáveis
Que só querem se aproveitar
Do dinheiro que você tem
E só papai e mamãe podem dar
E só papai e mamãe podem dar

Mas quando está acordada
É no meu colo que você vem chorar
Beatriz, cê tá tão perdida
Vagando entre este corpo de mulher
E esta cabecinha de menina
Que tenta fazer de sua bobagens
Uma fina e inteligente ironia
Achando que já é gente
Fazendo um humor sarcástico
Que só você entende

Eu queria salvá-la hoje
Mas você escondeu sua beleza
Atrás dessa alma podre
Que você tem orgulho de cultivar
Só pra ferir, só pra machucar
Por achar que nunca foi amada
Mas já não posso fazer nada
Com você nessa cama de hospital
Numa situação irreal
Com os médicos nesta correria
Sua família a beira da histeria
E você nem liga
Já vai começar a dormir
Cê tava certa, tenho que admitir
Bia, Bia, foi bom você fugir daqui
Foi bom você fugir daqui

Vídeo incorreto?