Perdoa Senhor, o meu grande defeito
Minha falta de jeito em tentar te julgar
Às vezes me sinto um barco perdido
À deriva nos mares sem ter onde atracar

E aí me adoece o fundo do peito
Onde o choro e a tristeza não querem cessar
Os prazeres do mundo
Afastam meu Deus de mim
Tirando a esperança de um ponto eu encontrar

Ainda que os ventos da vida provoquem tormentas
Ainda que as águas dos mares afoguem o chão
Firmado estarei para sempre na Rocha Eterna
Seguro estarei aninhado em seu coração

Tão bom é saber que estás ao meu lado
Dizendo: "- Não temas; vou te ajudar!
Por seres meu filho é meu todo cuidado
Me dá teu problema; Sou Eu quem vai cuidar!"

Vídeo incorreto?