As paredes do meu quarto estão tão perto
Que nem ao certo sei dizer onde terminam, onde eu começo
Essa é minha prisão
Sempre me dizem o que se levar a sério
Mas na verdade tudo aquilo é tão etério, tão sem razão
Isso é solidão
Em todo próximo eu vejo um alguém especial
Que combine com o meu jeito
Um recomeço eu procuro e não vejo
Algo além de um abraço, muito mais do que um beijo
X solo
Eu do teu lado mais pareço porcelana
A maquiagem, o sorriso, o desejo, tudo isso engana
Mas meu coração
Está tão mucho, tão vazio , tão pequeno
Que eu mesmo nem sei se eu desejo o teu carinho, eu não te aguento

Te peço perdão
É que eu vejo nos teus olhos muito menos, do que você é
Mas a culpa não é minha
É aquela velha auto defesa tão mesquinha
Já está na hora de aprender a me virar sozinha
X solo
Em todo próximo eu vejo um alguém especial
Que combine com o meu jeito
Um recomeço eu procuro e não vejo
Há um além de um abraço, muito mais do que um beijo
É que eu vejo nos teus olhos muito menos, do que você é
Mas a culpa não é minha
É aquela velha auto defesa tão mesquinha
Já está na hora de aprender a me virar sozinha

Vídeo incorreto?