Um temporal de lágrimas dos olhos vai caindo no papel
Molhando sem querer os versos
Que eu faço pra tentar te convencer
Que a vida sem você é tão sem graça
Que o sol não brilha mais sem teu olhar
Que a solidão me aperta o peito à noite
Me fazendo assim chorar
Um rio de saudade no meu peito desaguando por você
Eu tento disfarçar que não te amo
Mas no fundo é só mentira, pois toda noite
Tento te encontrar em sonhos
Pra te falar de vez dessa paixão
E assim quem sabe adoçar um pouco
O amargo desta solidão
Saudade sua, noite sem lua
Me diga amor agora o que eu faço
Pois aqui é teu lugar
Volta pra casa, tente entender
Que eu faço qualquer coisa nessa vida
Meu amor pra ter você.

Vídeo incorreto?