Sereno, Serenar, pés descalços na areia
na beira do mar

Sereno, Serenar, pés descalços na areia
na beira do mar

O sol se esconde, prateando o céu a lua já vem amor
Lual caiçara, o gosto do beijo molhado, suado sabor
Que me faz sonhar, seus mistérios descobrir
Sua boca beijar, e no forró te ver sorrir.

A magia do amor de verão, o forró ilumina toda escuridão
pensamento não sai de você, eu só quero uma chance pra te convencer
Nos seus braços, eu me sinto criança, viajo na dança
coração, se perde no tempo, por mais um momento

Um olhar, a noite
o sol não vai nascer
pra nós dois, a noite
Não pode morrer, não pode morrer.

Sereno, Serenar, pés descalços na areia
na beira do mar

Sereno, Serenar, pés descalços na areia
na beira do mar

Vídeo incorreto?