DESABAFO DO POVO
(Bebeto)

O POVO BEBE,
O POVO DANÇA, O POVO AGITA,
O POVO CANTA, PULA E GRITA,
BATE PALMA E FAZ SUEIRA.
PRA ESPANTAR,
A SOLIDÃO E A TRISTEZA,
BATE O PÉ SOBE NA MESA,
NO MEIO DA BEBEDEIRA.
NO QUEBRA, QUEBRA,
VAI SOLTANDO PALAVRÃO,
DERRUBA TUDO NO CHÃO,
PRA COMEÇAR TUDO DE NOVO.
SÓ DEUS COM JEITO,
PRA DAR JEITO NA PARADA,
É NO GRITO E NA PORRADA,
O DASABAFO DO POVO.

Refrão.
É DESABAFO DO POVO, SÓ DESABAFO DO POVO.
FALEI E FALO DE NOVO, É DESABAFO DO POVO.

O POVO CHEIO,
DE MENTIRA E MENSALÃO,
CHEGA DE CORRUPÇÃO,
ATÉ O FUTEBOL JÁ ÉRA.
GRITA NA RUA,
METE A MÃO NA BUZINA,
TEM UM ROUBO EM CADA ESQUINA,
ESSE É O GRITO DA GALERA.
TÁ NO SERASA,
TÁ COM NOME NEGATIVO
TÁ FERRADO MAS TÁ VIVO,
PRA COMEÇAR DE NOVO.
NO DESABAFO,
QUEBRA TUDO IGUAL CICLONE,
METE A BOCA NO TROMBONE,
ISSO É DESABAFO DO POVO.

Refrão.
É DESABAFO DO POVO...