Quem ta vindo lá,
É o seu Florêncio
Vem trazendo a mala cheia de coisarada,
"Travessô" o Uruguai a nado de madrugada
Mas só vem voltando agora

Quem tá vindo lá,
Tia Joaquina saindo da capoeira com a saia amarrotada
O balaio tá vazio. Ai! Não tem nada
E uma rama de guanxuma na melena pendurada

Quem tá vindo lá, é o Chiquinho
No seu tranco costumeiro, bem ligeiro e miudinho
Argola no mol da "oreia", foi criado co's padrinho
E "inda" não tem namorada

Beira d'estrada
"Óia" de tudo, não vejo nada
Beira d'estrada
"Escuita" tudo, não ouço nada
Beira d'estrada
Fala de tudo, não digo nada

O que será...
Que o seu Florêncio foi fazer do outro lado?
Quem sabe uma pescaria!
Por quê ele não foi de balsa?
Preferiu a água fria!
Talvez pagando promessa pra Santa Virgem Maria
AMÉM, ALELUIA...

Por quê será...
Que a tia Joaquina se embretou na capoeira?
Tava colhendo amora!
Balaio voltou vazio?!
Os Bicho levaram embora!
Quando caiu enxotando um lobisome campo fora!
ÊRA,ÊRA,ÊRA HÔ...

O que se passa com o Chiquinho,
Espetou as duas "oreia"?!
Foi pra agradar as menina!
Caminhando desse jeito, o sujeito é cola fina!
"Inda" Não tem namorada se guardando pra batina!
DÔMINI, DÔMINI, DÔMINI, AGNUS DEI...

Vídeo incorreto?